Passarela do Nimoy

escrito por Fabi Estiga nesta data  1. julho 2017 20:08

(Chega de contar dólares, nós vamos contar estrelas/ Gravataí 13º) - Nimoy tem feito passarelas há algum tempo. Pra ensinar usamos o método mais que manjado de ensinar do final pra frente.

"Ah, tinha que ensinar um running", é até tinha, mas acho que um bom 2on2off ainda é bem vindo. Ainda mais pra um dog como o Nimoy, que é pra ser bem recreativo.

Gostei que ele está mega relax, tinha um monte de gente diferente, cachorro perto da pistas e ele simplesmente deu de ombros.

Passarela do Nimoy. #dogagility #agility #pastordeshetland #shetlandsheepdog #sheltie

Uma publicação compartilhada por fabiano estigarribia (@fabiestiga) em



Tags:

Agility | Treinamento | Videos

3 pontos do meu treino - resiliência

escrito por Fabi Estiga nesta data  10. maio 2017 08:24

A palavra RESILIÊNCIA parece algo de outro mundo. Mas eu queria uma palavra difícil pra você lembrar Daquela palavra difícil, porque vai se referir a parte mais difícil desses três passos.

Lembrando que nem de longe sou um baita treinador, mas garanto que como condutor estou junto com 95%, não sou melhor, nem pior, só luto dia a dia contra os meus próprios problemas de treinamento, motivação, dinheiro e tudo mais.

Resiliência é a capacidade de adaptação.

Tem um truque que sempre uso em treinos. Se tem uma parte da pista que penso ser complicada, antes de fazer o percurso todo eu vou fazer apenas aquele pequeno pedacinho. Músicos usam muito isso. Eu uso, quando tem um pequeno pedaço da melodia, ou do canto que está ruim. não treino tudo até chegar na posição difícil. Faço apenas aquele ponto até estar bom. Ai volto e toco tudo.

Com o tempo você consegue, da mesma forma que conseguirá visualizar uma guitarra e pensar nos acordes mentalmente, você pode pensar no que vai tocar e não precisa mais colocar em pratica para lembrar de uma música. Mentalizar, foi o primeiro ponto desses 3 que comecei a escrever.

Unindo o memorizar com o automatizar chegamos ao ponto ideal. E não será fácil.

Então entra a resiliência. Não ficar batendo cabeça, esmurrando prego com a mão pra ver se entra na madeira. Nos dias atuais não são os mais inteligentes que vencem, não são os mais estudados. São os que conseguem se adaptar melhor. Óbvio que você precisa de conhecimento, estudar. Isso te deixará mais inteligente inclusive, mas não melhor preparado para adaptar-se.

Agora, dia desses, enquanto eu pintava uma peça da Brasília, eu vi que não ficou legal. Poutz que trabalho perdido. No entanto pensei, o conhecimento ninguém me tira e isso é o maior bem que alguém pode ter. Isso e a capacidade de adaptação. Fazer outra vez é só uma parte.

O texto ficou meio grande. Então pra finalizar.

Não tenha medo de pensar diferente, não tenha medo de fazer diferente. Se der errado deu, paciência. Tente outra vez, de outra forma, ou da mesma. Treinar é isso, é tentar até dar certo, quando der certo repetir, compartilhar o sucesso e o fracasso. "O não você já tem" é um dos mantras no setor de vendas. Se você não tentar não vai conseguir, mas se você tentar estará cada vez mais perto do sucesso.

Não tenha medo de ir com calma, de voltar atrás no treino do seu dog. Fazer novamente uma etapa de um treino pode significar segundos preciosos em pista e mais, pode significar uma situação mais confortável para o seu cão praticar agility de forma mais natural possível.

Ah e lembre, adaptar-se é o que temos feito nesse planeta, desde sempre. Muita resiliência para todos! E bora fazer agility.

Postagem 2 - automatizar
Postagem 1 - mentalizar



Tags:

Agility | Treinamento

Treino na Amigo Cão - 06/05/2017

escrito por Fabi Estiga nesta data  6. maio 2017 21:19

Demora viu. Tem vezes que é rápido e tem vezes que demora. No caso da Vívian tem demorado. Mais do que qualquer coisa é preciso estar "acordado" pra conduzir um cachorro rápido.

Ligado. Hoje, estava ON. Mostrando uma ótima variação de condução com a Coca. Sou um adepto dos blinds, porém nem sempre eles são a melhor opção. Fazar um blind apenas porque é moderno é forma sem função. Tem que usar se for pra ganhar tempo, e se estiver treinado.

Tenho variado, faz tempo já, treinos onde eu faço a mesma coisa sempre nas duas ou três passagens que faço no exercício, ou faço várias conduções divergentes. Variar é importante, aumenta o repertório, mas tentar melhorar apenas um movimento também é, prefiro a primeira opção.



Tags:

Agility | Treinamento

3 pontos do meu treino - automatizar

escrito por Fabi Estiga nesta data  3. maio 2017 11:31

1.Mentalizar está aqui. Depois de mentalizar a onda agora é Automatizar.

Quando você entra no carro, para dirigir, faz diversas coisas automáticas. Chave no contato, cinto de segurança, liga o carro, olha nos espelhos... a ordem é diferente dependendo da sua sequência mental, mas é tudo sem pensar.

Tornar as tuas ações no agility totalmente automáticas é algo que demora.  Principalmente se você tem algum problema de treinamento, como por exemplo um "FICA" ruim ou uma das zonas ruim. Se você está com algum tipo de problema, precisa voltar ao ponto 1, e mentalizar primeiro.

O Automático vem com o tempo, de uma rotina, não é algo que você possa simplesmente instalar, como um tênis melhor, que vai melhorar a tua corrida. Não, você ganha com o tempo e esse tempo depende do seu treino e do quanto você vai conseguir blindar os teus pensamentos contra a auto sabotagem, falada no primeiro texto sobre o assunto.



Tags:

Agility | Treinamento

3 pontos do meu treino - mentalizar

escrito por Fabi Estiga nesta data  2. maio 2017 17:48

Tem três coisas que gostaria de compartilhar com vocês nesse momento, referentes ao treinamento.

É difícil, mas o mindset muitas vezes precisa ser trocado. Nós somos pré setados para perder. Para o não. Algumas pessoas aceitam a vitória de forma mais fácil e rápida, porém a maioria de nós tende a auto sabotagem. Sabe aquele ponto da pista que você tem certeza que vai ser desclassificado? Você tem certeza porque é treinado para o NÃO.

Por mais raso que possa ser, começar a pensar positivo e de forma confiante vai melhorar seu desempenho em situações onde você pensa que vai se dar mal. Com o tempo, e treino, você para de pensar de forma negativa.

Mentalizar o PO-SI-TI-VO serve pra tudo. Não apenas para a competição. Comece a pensar nisso já no seu treino. É claro que vai errar, no entanto tem que trabalhar até blindar a sua mente contra o seu setup negativo.



Tags:

Agility | Treinamento

Lew is - pegando nos treinos

escrito por Fabi Estiga nesta data  2. maio 2017 10:07

Os treinos da Lew tem sido de altos e baixos, não no sentido de desempenho, mas no sentido de ir ou não, treinar ou não. Tem que ter fóco nessa hora. E tenho destinado minhas forças na Glee, nesse final de temporada.

Mas ontem, no treino em pleno feriado na Amigo Cão levei Lewca pra treinar. e foi bom. Está atrasada, é bem verdade, nada que uma semaninha bem pegadinha não resolva.

Abaixo um vídeo de ontem 1º de maio de 2017.



Tags: , , ,

Agility | LEW | Treinamento

Variações de um mesmo tema - treino Glee

escrito por Fabi Estiga nesta data  30. abril 2017 21:19

Eu gosto bastante de variar condução e mentalizo muito isso. Não gosto de limitar tudo ao que seria o mais rápido sempre ou o mais seguro. Em termos de agility somos precisamos ser mais que apenas óbvios.

No vídeo abaixo dá pra ver algum tipo de variação. Pena que em alguns momentos o vídeo ficou em câmera lenta. Mas dá pra ver mesmo assim.

Glee melhorou bastante os seus outs, eles eram bizonhos. Nada como um treino após o outro.



Tags: ,

Agility | Treinamento

Nimoy - treino Amigo Cão - 22/04/2017

escrito por Fabi Estiga nesta data  23. abril 2017 21:12

O que falta pro Nimoy subir ao Grau 1? Pouca coisa. Muto, pneu, distância e slalon. Quando vai acontecer? Ninguém sabe.

Mas agora é a hora de acreditar nessas entradas de longe. Muro e distância são saltos, não vejo muito problema. Pneu também é salto, mas é de dinâmica diferente. Slalon é algo que está ai para terminar. Você deve ter se perguntado, mas e os contatos? Bom no G1 agora tem Jumping, então...

No vídeo abaixo a entradona de slalon do treino. A Vívian estava levando ele até bem perto.

Nimoy bem soltinho. #pastordeshetland #shetlandsheepdog #Shetland #sheltie #dogagility #agility

Uma publicação compartilhada por fabiano estigarribia (@fabiestiga) em



Tags: ,

Agility | Treinamento

Nimoy - treininho divertido

escrito por Fabi Estiga nesta data  13. abril 2017 12:56
De boas, ontem os saltos montados desde o treino da Lew, catei Nimoy e fui dar uma treinada. Coloquei o celular pra gravar e o bicho tava loucão. Adoro ele, pena que ele não sabe do potencial que tem. Um dia quem sabe, ele saca. Né?



Tags: ,

Agility | Treinamento

Lew is - treino no Insta

escrito por Fabi Estiga nesta data  12. abril 2017 16:28

Lew. #agilitydog #dogagility #Bordercollie #puppy @ladyvioletbr olha ai a doga

Uma publicação compartilhada por fabiano estigarribia (@fabiestiga) em



Tags:

Agility | Treinamento

Formas de trabalho

escrito por Fabi Estiga nesta data  2. abril 2017 21:34

Não tenho falado muito sobre treino, nunca falei muito alias. Não acho que meus métodos e aquilo que penso sobre treinamento seja usual. Mas vamos lá. Tanto Glee, quanto Coca tem boas passarelas. Se fossem passarelas de 2006 até 2011, seriam ótimas. Mas hoje com os running, qualquer coisa que diminua a velocidade na descina é boa.

Pra treinar a Glee eu fiz uma passarela em casa, e treinei. 2on2off. Foi fácil, mas o obstáculo não era bom. Fiz outro, dessa vez pra treinar a Coca. Também no 2on2off, eu particularmente acho melhor que a da Glee, mas com uma tendência a ser mais instável na zona da descida, ficou boa também, mas o obstáculo também foi pra banha.

O próximo que fizer tem que ser mais durável, no mínimo uns 3 anos.

Dia desses uma discussão foi iniciada, partindo de um elogio. Glee e sua boa passarela, e Coca com sua boa passarela. Cada um enaltecendo o cachorro do outro. Ontem tiramos a prova, filmamos as passarelas e Glee foi mais rápida, porém não está parando no 2on2off, algo que é extremamente temerário. Nas minhas cronometragens foi 1,81 contra 2,14.

Mais importante que a velocidade de passarela é a melhora considerável da dupla Vívian e Coca. É um trabalho complicado e o melhor disso tudo é que estamos fazendo sem precisar trazer o cachorro para o nível do condutor. Estamos levando a Vívian, aos poucos ao nível da Coca. Abaixo o treino da Vívian e a passarela da Glee.

É cada barulho que a gente faz... 😂😂😂 #Agility #dogagility #acdmix #Bordercolliemix @amigocaoagility

Uma publicação compartilhada por fabiano estigarribia (@fabiestiga) em



Tags: , ,

Agility | Treinamento

Treino na Amigo Cão - 25/03/2017

escrito por Fabi Estiga nesta data  26. março 2017 21:45

Confesso que eu estava meio desligado e errei pra caramba ontem no treino. Várias coisinhas. Essas piscadas quando acontecem em provas são certeza de desclassificação.

Trabalho pra isso também, tentar manter minha cabeça sempre em alta. Não importa muito o resto, se você estiver mentalmente fraco. O treino, condicionamento, qualidade de condução e cão, nada resolverá.

Lew também treino, mas foi o terceiro treino em mais de 15 dias. Difícil dar condicionamento pra ela. Preciso de uns três meses mais pegados pra chegar onde ela deveria estar. Mas está legal. Não tenho pressa, ainda. hehehe.

Abaixo Glee, ontem, sábado.



Tags: ,

Agility | Treinamento

Lew is - resumo da semana 1

escrito por Fabi Estiga nesta data  3. março 2017 09:24

Vou fazer pequenos resumos dos treinos da Lew, todas as semanas (vou tentar), visando mostrar um pouco mais do treinamento da doga. Vocês já viram ela treinando.

O último BORDER COLLIE que boltei a mão foi a Coca, mas nem de perto eu treinei ela. Só indiquei os caminhos pra Vívian. Fiz o slalom apenas. O meu último BC foi o Bola, o treino dele foi feito em 2008/2009. Faz um tempo. Nesses meios veio a Glee e o Nimoy.

Essa é a cronologia dos meus cães nos últimos 10 anos.

A Lew é um novo desafio, otimizar tudo em termos de treino e seguir por caminhos mais retos. Não falando em trajetória do cachorro, falando na questão simples que é perder o mínimo de tempo achando soluções para problemas que eu mesmo posso construir.

Como falei tempos atrás, em termos de pista, foi o último mês que ela tem de treino. Ou seja, bem pouco. Mas já foram vários locais em que ela botou suas patinhas. ABRAFA, Clube de Cãompo, Amigo Cão... no que isso ajuda? Quando mais experiência melhor.

Abaixo o treino de terça-feira passada, lá na Amigo Cão.



Tags: , ,

Agility | Treinamento

Isso é o Nimoy

escrito por Fabi Estiga nesta data  1. março 2017 10:39

Essa foi a primeira vez que vi ele correndo afú (quase na nóia) no Amigo Cão Arena. E o vídeo abaixo podemos ver isso melhor. Quer dizer o que exatamente? Acho que ele vai se soltando.

O principal dos treinos assim é que ele se mata na caixa e se demorar muito pra treinar já está cansado. Então, chegamos e isso foi gravado logo no início, vejam que nem tem barras ainda nos saltos. Nem tinha percurso. Mas valeu como treino.



Tags: ,

Agility | Treinamento

Treino na Amigo Cão - 18 de fevereiro de 2017

escrito por Fabi Estiga nesta data  19. fevereiro 2017 13:00

Ontem, com forte calor, fomos pela manhã treinar na Amigo Cão. Pessoal novo fez aula ontem, com potencial, espero que continuem. Mais pra frente vocês ficarão sabendo ou não. Levei pela primeira vez a Lew. Foco dela é muito bom, doga demais. Abaixo um vídeo curtinho dela:

Lew primeiro treino, na Amigo Cão, com o @fabiestiga . #agility #dogagility #bordercollie #puppy

Uma publicação compartilhada por AmigoCão (@amigocaoagility) em

Não tenho muito o que falar, como já disse ela é muito boa e só me resta mesmo continuar treinando, só o dia a dia fará dela um bom cachorro de agility. Como bem comentou o Aurélio ela precisa de autonomia. E essa é talvez a primeira coisa para se trabalhar. Mas é bem início de treinamento.

Gostei das retomadas dela.



Tags:

Agility | LEW | Treinamento

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"