Onde está Wally?

escrito por Fabi Estiga nesta data  13. agosto 2008 23:55

Tem uma penca de imagens do Daniel em que eu apareço, essa é uma delas. Alguém sabe onde eu estou? hehehe. Esse é o Jumping de sábado, eu lá com duas câmeras filmadoras, uma minha e outra da família Kuka. Aquele volume no meu bolso, não pensem besteiras, é uma das minhas bolas... que uso pra drivear* os cachorros antes de entrar em pista.

* Recarregar o drive do cachorro.

Você sabe quando seu cachorro está cheio de drive consultando o drivômetro que se encontra na maioria dos cães na pata traseira esquerda escondidinha abaixo dos pêlos. Cães mais modernos soltam o excesso de drive automaticamente (latindo e roendo a caixa transporte e ou destruindo-a, por exemplo) porém em cães mais antigos o excesso de drive deve ser liberado manualmente abertando o botão que fica abaixo do rabo do cachorro. Nem sempre é uma tarefa fácil. Cuidado para não confundir a válvula de escape driveal com o fedorentíl (também conhecido como glândula fedorística) que os cachorros tem.

Não aliviar o drive do seu cachorro pode levar a impotência zonal, desconstrução total de obstáculos, retirada ilegal de madeira dos saltos, mordidas vorazes (nas roupas, mãos, nariz, pés e outras saliências), viagens e passeios com idas e voltas que incluem, algumas vezes, fazer os obstáculos errados, culminando na desclassificação da dupla.

Haha, o que o café faz com a cabeça de uma pessoa. Hehehe.

Abraços



Tags: , ,

Comentários

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"