Treino hoje só de slalon

escrito por Fabi Estiga nesta data  31. janeiro 2009 23:35

O sistema que comecei ontem a usar para treinar o slalon, que Val, Fernanda e Gabi assinaram embaixo, é muito interessante. O nome em inglês é Weave o Motion. Pelo que pesquei na internet (youtube) você primeiro faz um corredor, em alguns vídeos vi telas dos lados e em outros não. Talvez os sem tela sejam um passo a frente. De qualquer forma não encontrei um "passo a passo" desse método. Como os cães que testei ou já foram iniciados no slalon "convencional" com tela ou já sabem fazer pulei essa parte do corredor.

O vídeo do 1º dia, ontem 30 de janeiro de 2009, está no post abaixo. Nesse segundo dia resolvi modificar o setup das varas. Pela manhã fechei o ângilo, não sei quantos graus, mas foi sinificativa a redução. Não tenho foto do slalon aberto assim, mas no vídeo vai dar pra notar. Foi normal, tanto a Sandy quanto o Bola fizeram sem problemas. Porém como a terra é muito fofa aqui as varas com o cachorro passando acabam mais abertas o que modifica o desempenho do teste. O nível de acerto foi bem alto, acho que de 10 passagens 2 erros, sendo que fiz uma variação na entrada, começava largando em linha reta e depois mudava de lado. Os erros ocorreram na saída.

A tarde remontei fazendo o corredor com as barras paralelas sem angular. O formato se aproxima mais do que os cães estam acostumados. Só que ai é que tive a grande verdade sobre o sistema. Ele ajuda o cão a acertar a passada, colocando apenas uma pata de cada lado do slalon, se ele vai pra direita apenas a pata direita pisa desse lado, a esquerda ele deixa no canal. No caso, fui um pouco exagerado, deixei espaço apenas para a cabeça do cachorro passar, o corpo teria que forçar as barras e essa é a segunda grande diferença. Ao invés de movimentar todo o corpo de um lado para o outro apenas a cabeça se movimenta e o corpo ataca as barras. No vídeo tem uma passagem, a última em câmera lenta, 40& da velocidade real.

Um caso interessante desse segundo treino. A Sandy que tem uma deficiência no slalon, só vai até o final se o condutor estiver  do seu lado direito, não teve problemas em ir até a última barra. O normal seria ela sair duas antes.

Maiores conclusões mais pra frente.



Tags:

Comentários

1/2/2009 11:23:07 #

Fê

Fabs
Aqui acontecia isso que vi com o Bola, o dog as vezes pulava as varas em vez de acertar a passada. Em vz de colocar uma pata pra lá, outra pra cá, ia saltando... como arrumar isso ou faz parte? Aqui, chegou uma hora que paramos de fechar as varas e passamos pro slalon de nylon. A transferencia foi tranquila e acertou a passada dos dogs. Será que é assim mesmo? hehehe. Vou ver se tenho videos disso aí coloco no youtube pra vc ver

Canadá |

1/2/2009 22:33:28 #

Fabiano

Na verdade é o seguinte. São três formações básicas.
1. Com as pontas das varas, parte de baixo juntas, onde você falou que o cachorro dá uns pulos; 2. Com as pontas das varas, parte de cima juntas, eu não fiz essa parte ainda; 3 com as barras paralelas como na segunda parte do vídeo do bola. Na terceira parte é que o cachorro acerta a passada. Mas na minha opinião é uma outra forma de ensinar o slalon pro cachorro e como falei tem gente que nesse método usa também a tela, logo acho que o diferencial é a possível velocidade que o cachorro pode ganhar, mas que eu não sei se ganha mesmo.

Pra mim tem sido interessante fazer porque por exemplo nesse sistema de barras paralelas a Sandy não sai o final, não tem saído.

Fabiano Brasil |

2/2/2009 15:57:34 #

Val

Olha! o q eu sei desse método é q vc começa com as varas abertas...totalmente encostadas no chão e faz o cachorro ir andando
no meio.
Aí vc vai subindo aos poucos e o dog vai se ligando na passada.
Quem tem um slalom desses é o Edson da Cão Bala.
Eu nunca usei, mas dizem q, combinado com o método chanel, o cachorro fica bem bonzinho. hehehe

Bjo

Val Brasil |

3/2/2009 12:11:12 #

Aurélio

esse metodo chanel deve ser no minimo bem cheiroso...

Aurélio Brasil |

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"