Odeio trânsito

escrito por Fabi Estiga nesta data  19. abril 2012 10:26
Sou motorista do dia a dia. Se tivesse que escolher uma categoria seria "mãe que leva filho pro colégio e vai no mercado" pra me enquadrar. Porque é isso que eu faço. Ainda que o número de pais na saída e entrada da escola seja bem maior do que na minha época de colégio, as mães ainda são maioria.

E os carros são na grande maioria pequenos. Modelos de entrada. Os pais não, gostam de carros grandes. Aquela história de carro de mulher não existe mais. Caminhonetes quatro portas com cachorreira (lugar pra levar o cachorro) com visual limpinho, o carro parece uma cozinha, não tem mais perfil. Até porque as pessoas hoje não tem mais posição pai e mãe.

Prefiro 100 mil vezes dirigir no final de semana do que no trânsito de cidade. Ainda mais em cidade pequena. As pessoas não tem medo dos carros. Andam pelo meio da rua, atravessam fora da faixa de segurança empurrando carrinhos de bebê. É dentro dos carros que conhecemos realmente as pessoas.

Me irrita muito esse foda-se que todos dão pra todos na rua. Se fulano não faz eu também não faço. Todo mundo estaciona aqui no local que não pode então eu também posso. As tiazinhas dirigindo carros gigantes, SUVs enormes que deveriam andar na lama, não no asfalto, o cara com o seu Porsche de 500 cavalos querendo andar a 100km/h num local que não se anda acima de 30... é uma selva.

Desenho clássico da década de 60:



Tags:

Geral

Comentários

19/4/2012 11:35:42 #

Ana

kkkkkk...eu lembro de ter visto esse desenho qdo eu era criança!!!!!

Ana Brasil |

19/4/2012 11:58:22 #

Seo Kuka

É verdade. Mas que tu tá de mal humor hoje, tá!

Seo Kuka Brasil |

19/4/2012 12:39:10 #

fabi

Faz parte do Fabiano ser mal humorado. hehehe

fabi Brasil |

19/4/2012 14:23:51 #

Daniel Nakamura

Clássico do Pateta!!!

Já que vc gosta de trânsito, vem morar em Sampa City!!!...rsrsrs.

Cara, tem um centrinho de Sto André que é essa zona aí, de gente atravessando a rua em qquer lugar, carro parando em qquer lugar.... Acho que é um problema de nacional, de educação...

Daniel Nakamura Brasil |

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"