10 anos de agility - Guia

escrito por Fabi Estiga nesta data  13. agosto 2013 16:03

Antes mesmo de entrar em pista com o Bola eu já tinha uma guia pra fazer isso. Decidi no dia que ganhei uma da Cris (AC), que mudou-se de São Paulo, mas que tinha uma escola inclusive. Tempos atrás. Ela que fez. Deu sorte. Na estreia do Bola completei todas as pistas, várias conquistas logo de cara. Lá no Brasil Cão, finado. Vídeo abaixo daquele final de semana, Bola quase sai correndo atras da guia antes do percurso.

Mas a história é mais que isso.

Final de semana do XVBR em Campinas, aquela mistura de escolas e estados nas barracas, catei uma guia que não era a minha "azul da sorte" e entrei. Depois da quase desclassificação, completei aos trancos e barrancos o Agility. Terceiro lugar, com 0,5 de falta de tempo.

Antes de entrar em pista no Jumping a Vívian perguntou "onde está a tua guia azul?" Respondi: "deve estar dentro do carro". Ela bateu pé, resmungou, bateu cabeça, chutou a porta de uma caixa, mas não concordou que aquela guia azul não era a minha, piorou depois que falei que a Janaina havia levado embora.

"Pow, tinha um R nela". Não tenho cães com a letra érre. Fora o fato de que a Guia da Cris não tinha nome.

Moral da história... Vívian foi ao carro, achou minha guia "azul da sorte", entrei no Jumping com ela, zerei com best lap da categoria, fiquei em terceiro na prova e é isso. Imagina se tivesse entrado com a guia correta no agility?!?!

Não acredito em nada disso. Besteira. Mas por via das dúvidas já tenho uma guia guardada pra fazer o debut da Glee ano que vem. Como diz o Oscar Schmidt "quanto mais eu treino, mais sorte eu tenho".



Tags:

10 anos

Comentários

13/8/2013 21:21:15 #

Vívian Razel

Mas que barbaridade kkk! Nem chiliquei tanto assim!

Vívian Razel Brasil |

13/8/2013 22:39:49 #

Adalgisa

Essa hstória me lembrou o que aconteceu comigo quando consegui o segundo combinado zerado. Tinha zerado o agility e pra variar fui conversar com o juiz, e ele me avisou que o tempo da pista era baixo, porque queria velocidade, ou seja, fiquei mais nervosa ainda ! Quando fui pegar a guia, descobri que alguém roubou ! Pronto, mais nervosa ainda !!! Pedi correndo uma guia pra Patricia emprestado, e ela me emprestou uma vermelha (sempre me deu sorte essa cor) e entrei na pista. Consegui zerar e finalmente consegui realizar um dos meus maiores sonhos, chegar no G3 !!! " Não creio nas bruxas, mas que elas existem, existem "

Adalgisa Brasil |

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"