Sk8 Long - pronto

escrito por Fabi Estiga nesta data  26. fevereiro 2014 08:53

Ontem finalmente chegou a lixa que comprei pela internet, a única coisa que não escolhi pessoalmente para o skate. E ele ficou bem parecido com o que havia idealizado no início. Eixo prata, rodas pretas, uma pintura meio vintage e um desenho de lixa não tão normal. Sem muita invenção. Schummy, que não pode ver uma lente, quis sair na foto com cara de "vou buscar isso assim que você tocar pra mim".

Mesmo antes de estar pronto eu já estava andando e a sensação é ótima, como cheiro de comida que lembra a infância, aquele gosto de bala ou chiclete que te faz volta aos tempos de escola, sacam? Uma volta ao passado.

Entender um pouco do assunto me levou a ver vídeos, ler e óbvio, aprender coisas novas. Pra quem pensa que um skate se resume a 4 rodinhas presas num pedaço de madeira por dois pedaços de ferro está certo. Porém essas rodas tem diâmetros e durezas que servem para diferentes propósitos. Os trucks também tem variações que precisam ser analizadas, existem ângulos diferentes, amortecedores, parafusos e nas rodinhas temos rolamentos com um zilhão de especificações.

Théo, meu parceiro de descidas, já está no segundo skate dele. O primeiro ganhou com quatro anos. Na foto acima com os trucks montados errados. Engraçado que veio assim da loja. Alias montar errado foi a minha especialidade. Montei e desmontei tudo umas quatro vezes. Numa primeira saída perdi três porcas. Elas não seguravam os parafusos, que num futuro próximo serão substituídos também, por algo mais profissional.

Nunca gostei de manobras, gostava mesmo era de descer lombas desviando dos obstáculos. Esse skate me proporciona exatamente isso, boas descidas. Dá até pra aproveitar a paisagem, mesmo com um Shape tosco, se comparado a tecnologia usada nos dias de hoje para fabricar os "pedaços de madeira" que seguram toda a bagaça.

Quem diria que esse pedaço de madeira abaixo iria virar algo tão bem acabado.

Agora, minhas atenções e voltam para o agility, totalmente. Agora preciso terminar o treinamento da Glee. O prazo é abril e apesar de bem encaminhada ainda tem muito chão para que eu possa dizer "ok, vamos para pista". O próximo skate fica mais pra frente, pra usar no verão 2014/2015.



Tags: ,

Sk8

Comentários

26/2/2014 13:09:08 #

Miguel

Toda arte tem seus mistérios.

Miguel Brasil |

1/3/2014 23:18:22 #

Vívian Razel

kkk, não, suas atenções não voltam pro agility totalmente... Vi você lixando mais um shape kkkk

Vívian Razel Brasil |

Fabi Estiga

Mais, nas redes sociais.




Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"